Pular para o conteúdo principal

5 motivos para usar Mapas na gestão de documentos, processos e dados.

Muitos tem me perguntado as razões para se usar uma ferramenta de mapas em uma aplicação de ECM e BPM.

Antes de listar as razões, vou explicar como funciona uma ferramenta de mapas no contexto de gestão de documentos, processos e dados.

ECM:  Ao indexar documentos, uma série de informações de localização são inseridas, seja da origem da informação (onde foi indexado) ou do local tratado pelo documento (projetos de construção, por exemplo). Também temos informações quantitativas nas bases de documento que podem ser tanto histórico de consulta e visualização dos documentos assim como valores associados como, por exemplo preço de venda, custo de aquisição.

Com uma ferramenta de mapas, ao clicar sobre uma cidade podemos ver a lista de documentos associada àquele local.

 Teste


BPM: Quando falamos de fluxos e processos, as possibilidades são muito maiores uma vez que a identificação e o tratamento de processos separados por unidades regionais é frequente em grandes organizações e a inclusão da informação da cidade do cliente nos formulários dos processos permitem cruzar dados com os indicadores de atendimento, reclamações, vendas, reparos, tempo de resposta formando conjunto perfeito para dispor em um mapa quantitativo.

No âmbito da análise de dados no BI e Big Data, temos informações de localização em aplicações de produtos em estoque, projeção de vendas ou mesmo curtidas no site, incidência de vírus. 

Visto isso, como uma ferramenta de mapas pode ser usada para todos os casos citados acima? Exibindo sobre um mapa, as informações numéricas serão agrupadas por localidade na forma de círculos de tamanhos diferentes ou em uma escala de cores, deixando visualmente mais fácil identificar uma tendência.

Ao contrário de alguns mapas que mostram somente onde ocorre determinado evento desenhando um "pino" ou "gota" sobre o local de incidência do fato, uma ferramenta de mapas no contexto de ECM, BPM e BI mostra onde e quanto de forma gráfica!

Este certamente será um recurso auxiliar para a tomada de decisão em empresas e a Lab245 já oferece uma ferramenta de mapas dentro da sua suite de produtos, faça um teste

Agora que sabemos como, vamos ver o porquê:

1. Facilitar a visualização da distribuição geográfica de dados e fazer zoom nas diversas regiões de interesse.

2. Avaliar uma tendência em microrregiões.  Ao avaliar um mapa com informações quantitativas, podemos observar visualmente onde os números são maiores ou menores por agrupamento de micro regiões. Um relatório de dados tradicional não apresenta essa informação.

3. Identificar a influência de estradas, portos e outros elementos logísticos em determinados indicadores.  Assim, como no item anterior, não seria possível visualizar a linha de uma rodovia através de um relatório de dados sem mapas.

4. Consultar documentos e relatórios variados a partir de um clique sobre o mapa é um instrumento alternativo para quem precisa analisar conteúdo profundamente. É uma nova forma de navegar na pesquisa de conteúdo de documentos.

5. Um mapa é a melhor forma de gerenciar equipes, representantes comerciais e centros de atendimento que estão geograficamente distribuídos.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como atender às resoluções do Banco Central para digitalização de documentos em instituições financeiras

Recentemente, tenho recebido questionamentos vindos principalmente de instituições financeiras de como preceder no processo de digitalização de documentos depois das resoluções emitidas pelo Banco Central do Brasil em março e abril deste ano.

As resoluções tem por objetivo definir regras para guarda digital, descarte de documentos originais e procedimento para abertura e fechamento de contas por meios eletrônicos.

.

Ambas falam de garantias e procedimentos para que a documentação digital seja reconhecida e que as instituições financeiras, reconhecidas como pioneiras em processos digitais possam expandir seus negócios com segurança nos meios eletrônicos.

A resolução nº 4.474, de 31 de março de 2016 dispõe sobre a digitalização e a gestão de documentos digitalizados relativos às operações e às transações  realizadas pelas instituições financeiras e pelas demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco  Central do Brasil, bem como sobre o procedimento  de  descarte  das  matrizes  …

Vamos falar de Big Data e da profissão analista de dados

O assunto Big Data está em voga e não é por acaso, a sociedade já esperava por este tipo de solução há muito tempo e só não tínhamos tecnologia para isso. 
Vou tentar explicar o fenômeno até o final desta postagem:
Usamos Big Data para obter diagnósticos complicados. Isso significa que usamos a tecnologia para conhecer mais sobre fenômenos naturais, sobre organismos, sobre tendências mercadológicas, assuntos complexos demais para que os teóricos consigam criar modelos matemáticos precisos que possam ser usados pelos profissionais para detectar uma tendência.
No meio científico, chamamos de problema inverso a tentativa de entender um fenômeno a partir de algumas medições periféricas.


Para resolver um problema inverso é necessário ter dados, e quanto mais dados, mais preciso será a modelagem e melhor será a predição. Sim, o nome é predição mesmo!
Mas ter dados não é suficiente, é necessário ter algoritmos para encontrar o modelo que mais se adequa ao fenômeno que se deseja reproduzir. …

BPM nas nuvens? 5 razões para preferir trabalhar sempre online

A procura de sistemas de BPM - Business Process Manangement e Workflow em plataforma online tem conseguido uma legião de adeptos. Um sistema de BPM não é um software, mas uma plataforma onde você configura a sua aplicação conforme as necessidades da empresa naquele momento. Chamamos este tipo de serviço de PaaS ou Platform as a Service, não esquecendo da conhecida sigla SaaS que é Software as a Service.


1. Facilidade de realizar mudanças sem interferir na infraestrutura da empresa é a principal razão.  Fornecedores de PaaS de BPM oferecem todas as facilidades de rede, software básico, banco de dados, recursos de integração, segurança e software de BPM sempre atualizados, já inclusos no valor da manutenção. 2. Rapidez na configuração da aplicação e nas mudanças.  Como os processos de uma empresa são dinâmicos, as mudanças tendem a ser frequentes e o PaaS é a melhor solução para mudanças em pouco tempo. 3. Acesso de qualquer lugar, seja web ou celular.  Soluções BPM oferecidas online c…