Um mundo mais próximo e uma oportunidade para empresas brasileiras

Neste momento de pandemia, o universo de clientes se ampliou para empresas de tecnologia da informação e novas oportunidades internacionais surgiram para empresas como a Lab245, por exemplo. 

Gostaria de falar aqui de três oportunidades de internacionalização deste ano de 2020 que nós participamos:

 

1. Smart China Expo*:

 

A Lab245 colocou um estande de 200 metros quadrados virtuais em uma das maiores exposições de tecnologia do mundo que este ano, devido à pandemia, foi totalmente virtual.  O nosso estande, que ficou no pavilhão destinado especialmente para novas tecnologias, abrigou a nossa startup Maps245 incubada na Lab245.  O resultado foi bem além do esperado, o nosso estande teve mais de 3.600 visitantes e mais de 1.000 compartilhamentos!     

Os maiores desafios foram as conversas tarde da noite e domingos e, principalmente, a tradução do material para mandarim. Pois é, eles pediram para traduzir do inglês para mandarim e nosso estande era bilíngue. 


2. PetroTIC: rodada com a Câmara de Comércio Árabe-Brasileira**

 

O Secretário Geral e a Diretora da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, Tamer Mansour e Daniella Leite, participaram do X Petrotic e apresentaram oportunidades para venda de tecnologia para países de idioma árabe e participaram de uma rodada de negócios com mais de 10 empresas de TI.  

Para conhecer melhor esse mercado, que hoje o Brasil exporta na sua maioria commodities como carnes e produtos agrícolas, a Câmara de Comércio Árabe-Brasileira promove uma edição online do Fórum Econômico Brasil & Países Árabes que começará na segunda-feira, dia 19/10/2020. 

 

3. PetroTIC: rodada de negócios com a Afro-Chamber**

 

O presidente da AfroChamber - Câmara de Comércio Afro-Brasileira, Rui Mucaje, participou um painel e uma rodada de negócios com 10 empresas de TI.  

Ele iniciou a sua apresentação explicando que, na África, os países tem perfis e necessidade diferentes.  Citou como exemplo a África do Sul que é país mais desenvolvido, Angola, como país muito próximo ao Brasil principalmente por conta do idioma, que tem grandes empresas que tem muita necessidade de tecnologia. Ele também citou que são muitos países com suas particularidades e com oportunidades de investimento tecnológico. 

A Lab245 já tem experiência na África, particularmente em Angola: vendemos nossas ferramentas para a Endiama (mineradora de diamantes), Sonangol (petrolífera) e Taag (transportes aéreos) todos estes negócios feitos de forma muito técnica e rápida.

Na semana passada, a Assespro RJ teve mais uma reunião com Rui Mucaje que contou com a participação do diretor da Assespro RJ Etienne Vreuls, eu e Nara Pires, Diretora de Comunicação da AfroChamber.  


 

Este encontro teve como objetivo estabelecer objetivos em comum para internacionalização das associadas da Assespro RJ na África. Rui destacou a grande necessidade de soluções de gestão nas organizações africanas, de soluções para educação e de tecnologia para melhorar a infraestrutura regional.     

A Assespro RJ ficou com o compromisso de realizar uma chamada de empresas interessadas para enviar para a Câmara e estudar quais países alvo e segmentar da melhor forma. 

*a oportunidade com no Smart China Expo foi em parceria com a ABES

** as oportunidades no Petrotic foram patrocinadas pela Assespro RJ

Comentários